Há 7 anos desbravando um novo caminho no meio rural de Ibitinga

 

“Tudo começou como uma brincadeira”. Assim o engenheiro mecânico e empreendedor rural, Thiago Ferreira Supino, de 33 anos, explica o nascimento do Safari Garden – Plantas Exóticas. “Meu envolvimento com a produção de mudas, pode-se dizer, é ‘genético’. Minha avó e minha mãe sempre gostaram muito de plantas e produzíamos mudas para reflorestar nosso espaço e dar para os amigos e parentes. Vi ai uma oportunidade de negócio e há cerca de quatro anos resolvi anunciar na internet. Três horas depois havia feito a primeira venda e, desde então, não parei mais”, conta.

 

O grande diferencial no negócio de mudas de Supino são as vendas online. O “carro chefe” continua sendo o Mercado Livre, onde a Safari Garden possui alta reputação de vendas, e uma loja virtual também foi criada e está em constante aperfeiçoamento para acompanhar as mudanças. O próximo passo será a inauguração de uma loja física, prevista para o segundo semestre de 2015.

 

“A rentabilidade do viveiro é muito bacana. Fomos os pioneiros nesse negócio de venda de mudas pela internet e com o passar do tempo adquirimos uma reputação muito boa. Isso ajuda a nos manter estáveis no mercado, pois hoje há muita concorrência. Grande parte do nosso público alvo é de pessoas estabilizadas, que moram em apartamentos em grandes centros e possuem casa de lazer na praia, fazenda ou chácara, por isso, a credibilidade é muito importante. Hoje a compra pelo mercado livre é totalmente segura. É mais inseguro vender do que comprar, inclusive, porque se o comprador for desonesto o vendedor perde. Felizmente não temos clientes assim porque sempre trabalhamos para que isso não aconteça. Outra grande vantagem deste negócio é que cada vez mais pessoas se interessam por reflorestamento. Hoje em dia, felizmente, o mundo pensa mais verde e há uma preocupação maior com o plantio de árvores. Aqui no sítio mesmo, notamos a diferença. Há alguns anos, olhávamos em volta e havia pouquíssimas árvores, agora o cenário está mudando”, enfatiza.

 

 

Sobre a Safari Garden Plantas Exóticas

 

O viveiro - protegido e não protegido - ocupa cerca de um hectare do sítio Snata Maria, há 13 quilômetros de Ibitinga. São mais de 150 espécies de frutíferas disponibilizadas para venda, sem contar as plantas ornamentais. As campeãs de vendas, segundo Supino, são o Limão Siciliano, a Amora Gigante e Pitaya. Mangostim, Rambutan Durião e a chamada ‘Fruta do Milagre’ são as ‘pérolas’ do viveiro.

 

Com a utilização da internet, é possível atender todo o Estado de São Paulo e estados vizinhos. A logística de entregas é feita por transportadora e pela equipe. Como a durabilidade da muda varia muito de espécie para espécie as entregas feitas pessoalmente são priorizadas.

 

“Acreditamos ser melhor porque a planta chega melhor cuidada, com melhor qualidade e no prazo combinado. Além disso, criamos certa afinidade com nossos clientes e, dessa maneira, há também a possibilidade de ampliar vendas, pois pessoalmente é possível levar mais opções de plantas, caso o cliente queira concretizar uma nova venda no ato da entrega”, avalia Supino.

 

O processo de formação de mudas, segundo o empresário, é bastante interessante. “Há sementes que nascem de um dia para o outro e algumas que demoram até três anos para germinar, o caso de algumas palmeiras. Das produzidas no viveiro, a que germina mais rápido (leva cerca de 15 dias) é o Açaí Precoce Anão. É uma semente que não pode ser armazenada por mais de 20 dias, pois acaba perdendo a germinação. Como é uma semente que vem do Pará, ela já começa a germinar dentro dos sacos. O Butiá, por outro lado, é a muda que mais demora, são três anos para germinar. Não me recordo de alguma que leve mais tempo”, comenta.